O Aruanã, Dragão da Amazônia

O Aruanã, Dragão da Amazônia

Osteoglossum bicirrhossum

O aruanã é um peixe de água doce presente na bacia Amazônica e na bacia Araguaia/Tocantins. Ele possui um corpo muito alongado com grandes escamas, com um formato que nos faz lembrar a aparência de um navio de guerra. Também é conhecido como macaco d’água, em razão dos saltos impressionantes que realiza para capturar suas presas fora d’água (insetos, pássaros, lagartixas).

O aruanã faz parte dos belos peixes esportivos presentes no Mato Grosso. Suas dimensões podem ser modestas (5kg e 1m de comprimento), mas a briga é boa. Impetuoso e saltador, ele proporciona sensações fortes na fisgada. Um belo troféu!

Características Gerais:

Corpo longilíneo e comprimido
Boca obliqua, maxilar inferior proeminente
Dois barbilhões próximos da boca
Escamas largas que formam um mosaico
Escamas prateadas ou esverdeadas, dependendo do ambiente

Dicas:

Prefira florestas alagadas ou pequenos rios na temporada de chuva, e lagos no período seco
Fique atento a redemoinhos na superfície da água
Deixe a isca cair, depois vá puxando pouco a pouco, com pequenas paradas.

Você sabia?

O aruanã é parente próximo do pirarucu
Os seus barbilhões permitem que ele viva em água pobre em oxigênio
Ele é capaz de dar saltos de 2m de altura para se alimentar ou para fugir de seus predadores.

Características do aruanã na pesca esportiva:

Peixe esportivo por excelência
Defesa aérea
Muito impetuoso/explosivo