Gastronomia

Ventrecha de Pacu

Devido a ampla rede de rios, a herança da cultura indígena e ribeirinha, o  peixe é um alimento tradicional da cultura mato-grossense. Pacu, piraputanga, cachara, pintado... são algumas das estrelas dos rios locais.

Peixe de predileção da grande maioria dos mato-grossenses, o Pacu marca presença certa entre os representantes da culinária da região. Característico do Pantanal mato-grossense, dos rios amazônicos e da bacia do Prata, o Pacu é um peixe omnívoro; alimenta-se de frutas, pequenos peixes e de matéria vegetal. Ele é essencialmente tropical e se desenvolve melhor em temperaturas de 25°C a 30°C. 

Peixe de escama, o Pacu apresenta uma forma peculiar: de modo geral apresenta o corpo comprimido, podendo ser arredondado ou ovalado. O dorso e a barriga formam uma curva alongada, acomodando uma carne farta que é bastante apreciada pela sua textura e sabor.

 Assado inteiro, ventrecha frita, pirão... são muitas as opções para degustar!

A ventrecha de Pacu frita é um clássico e sucesso garantido entre a população local. Ventrecha é a costela do peixe cortada (com largura de dois dedos aproximadamente). Ela é temperada com sal, limão, alho, empanada com farinha de trigo e de milho e frita até ficar dourada.